21 de Setembro

Dia da Internacional da Paz

Dia da Paz

Para que haja o fortalecimento das ideias a respeito da paz e também para refletirmos sobre a necessidade de um mundo mais humano , sem guerras e violência , a Organização das Nações Unidas – ONU estabeleceu o dia 21 de setembro como sendo o Dia Internacional da Paz.

Movimentos Pacifistas

Desde as primeiras civilizações o que mais está presente na história são guerras e a maioria delas extremamente violentas. Não há argumentos lógicos para justificar uma guerra, mas é o que o ser humano, ao longo de sua história, sempre teve mais facilidade de desencadear.

Felizmente, há pessoas e grupos que pensam de forma diferente a este respeito, tendo como base o pacifismo, geram ações com objetivo de acabar com a violência e a intolerância de nosso planeta.

Assim, o pacifismo é um movimento contrário ao uso de qualquer tipo de violência para resolver conflitos. Apesar de sempre ter existido pessoas ou grupos que se preocupam com a paz, os movimentos pacifistas tornaram-se mais intensos a partir do Século XIX.

Alguns países entraram de forma mais efetiva na promoção da paz, com movimentos pacifistas bem organizados e que tiveram resultados. A maioria deles já tiveram histórias de guerras e ataques que ajudaram a perceber que a violência não traz benefícios a ninguém, muito pelo contrário, só trás prejuízos.

Atualmente a Organização das Nações Unidas - ONU representa um importante esforço da comunidade internacional em prol da substituição dos meios violentos por meios diplomáticos para resolução de conflitos.

Essa organização e mesmo os movimentos pacifistas ainda não conseguiram resultados efetivamente positivos, mas já demonstram a vontade da humanidade de seguir o caminho da paz.

 

Personalidades pela Paz

Para além dos movimentos pacifistas, há pessoas que deixaram lições significativas para a construção da paz e vale a pena conhecer um pouco desse legado.

Começamos por Mahatma Gandhi , um dos maiores líderes pacifistas da história, levou multidões a conhecer e a praticar o significado da não violência, na sua luta pela independência da Índia. Em sua luta pela não violência praticou o jejum, por duas vezes, colocando em risco a sua própria vida, com o objetivo de sensibilizar seus seguidores a não fazer uso da violência, mesmo em condições extremas. Usou também a prática da desobediência civil , tipo de “arma moral” na luta por justiça que consistiu na organização de atos pelos quais as pessoas simplesmente iam a público para não cumprir uma determinada lei.

Vivendo nos Estados Unidos, com forte segregação racial, violência policial e perseguição de todos os tipos, Martin Luther King , em 1963 demonstrou com convicção a importância de lutar contra tudo isso, mas de forma pacífica. Em seu discurso “Eu tenho um sonho”, Luther King ressaltou: “Não devemos deixar que nosso criativo protesto degenere em violência física. Sempre e cada vez mais devemos nos erguer às alturas majestosas de enfrentar a força física com a força da alma”.

Nelson Mandela foi o líder negro que lutou contra o movimento apartheid na África do Sul. O apartheid foi o regime de segregação racial existente na África do Sul, que obrigava os negros a viverem separados. Participou da divulgação da “Carta da Liberdade”, em 1955, documento pelo qual defendiam um programa para o fim do regime segregacionista. Ficou preso durante 27 anos e em 1994, após ser libertado, foi eleito presidente da África do Sul, sempre lutando pela paz e igualdade.

Malala Yousafzai , de 17 anos é a mais jovem ganhadora do Nobel da Paz (ano base 2015) e tornou-se o símbolo da luta pelo direito das meninas à Educação. Nasceu no Vale do Swat, no Paquistão e sua história da garota está ligada à de seu pai, Ziauddin Yousafzai, que é professor e ativista dos direitos humanos, lutando também pelo direito da mulher ter acesso ao conhecimento.

Prêmio Nobel da Paz

O multimilionário sueco Alfred Bernhard Nobel (1833-1896) é a pessoa que idealizou a premiação conhecida como Prêmio Nobel. Em seu testamento ele expressou a vontade de criar um prêmio oferecido a todos aqueles que contribuíssem notoriamente pelo bem da humanidade. Além das áreas científicas de Química, Física e Fisiologia e Medicina, seriam premiados os campeões da Paz e o de Literatura.

Assim, o Nobel da Paz é um dos cinco prêmios oferecidos anualmente pela Fundação Nobel e foi criado para distinguir pessoas ou organizações que estejam envolvidas em ações diretas relacionadas à fraternidade entre as nações, pela abolição e redução dos esforços de guerra e pela manutenção e promoção de tratados de paz. É um tipo de prêmio Nobel com características próprias, em que os ganhadores encontram-se essencialmente envolvidos na resolução de um processo que leve ao bem-estar da humanidade.

Conheça todos os ganhadores do Prêmio Nobel da Paz até o momento (ano base 2015)

 

Curiosidade

É importante não confundir o Dia Internacional da Paz com o Dia Mundial da Paz, esse último é celebrado em 1º de janeiro, sendo uma data vinculada ao catolicismo porque em 1967, o então Papa Paulo VI proclamou uma mensagem na qual foi estabelecida essa data comemorativa, com o objetivo de promover o sentimento da paz pelo mundo, em um período marcado pela Guerra Fria e pela instabilidade bélica.

Trata-se, portanto, de duas datas distintas em torno de um mesmo tema.