20 de Novembro

Dia Universal das Crianças

Dia Universal das Crianças

É merecido que as crianças tenham um dia só para elas , não é mesmo? Claro que todo dia é dia da criança, mas ter um dia só para brincar,estar com os amigos, ganhar presentes e se divertir é o máximo, além do que neste dia, todos lembram como as crianças são importantes para o futuro do planeta!

Muitos países comemoram o Dia das Crianças em datas diferentes, de acordo com a cultura e as características de cada país, mas existe também o Dia Universal das Crianças , comemorado em 20 de novembro. Esta data tem um significado ainda mais especial devido à sua origem, que vamos conhecer agora…

Após o término da 2ª Guerra Mundial, muitos países da Europa e Oriente entraram em crise, ou seja, em função da guerra, que durou muitos anos, a vida nesses países ficou muito ruim, faltava comida, faltava lugar para morar, faltava emprego e condições mínimas para sobrevivência. Lógico que nesta situação, havia muitas crianças passando necessidades e seus pais estavam tentando reorganizar a vida e voltar a uma rotina minimamente normal.

Por isso, muitas delas ficavam desamparadas, às vezes tinham que sair da escola para ajudar os pais no trabalho, passavam fome e tinham mais facilidade de adquirir doenças. Por isso, em 1946, os países membros da Organização das Nações Unidas – ONU ,começaram a se preocupar com os problemas mais emergentes das crianças e criaram um órgão para prestar auxílio a elas.

Surge então o Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF, criada para tentar solucionar ou pelo menos minimizaros problemas das crianças carentes. Com a ajuda da UNICEF e depois de muito trabalho por parte do governo desses países, eles conseguiram ajudar essas crianças. Mas, mesmo assim, ainda havia muitas coisas a fazer, pois tinham outros países em situações semelhantes, mesmo sem guerras. Desse modo, a UNICEF atua até hoje em países em que há necessidade de ter um olhar e um cuidado especial com essas crianças maravilhosas espalhadas pelo mundo afora!

Depois disso, em 1950 , a Federação Democrática Internacional das Mulheres propôs às Nações Unidas que se criasse um dia dedicado às crianças de todo o mundo. A primeira vez que se comemorou esse dia foi em 1º de junho de 1950 e neste dia também se comemorou o parecer da ONU reconhecendo às crianças, independentemente da raça, cor, sexo, religião e origem social o direito à:

  • afeto, amor e compreensão;
  • alimentação adequada que favoreça seu desenvolvimento;
  • cuidados médicos;
  • educação gratuita;
  • proteção contra todas as formas de exploração;
  • crescer num clima de paz e fraternidade universais.

Óbvio que estes direitos ainda precisavam ser ampliados e colocados no papel e isso realmente aconteceu, mas somente em 20 de novembro de 1959, quando os países membros da ONU aprovaram a Declaração Universal dos Direitos das Crianças, um documento com dez princípios básicos para promover o bem-estar das crianças e fazer com que elas tenham direitos mínimos garantidos. Como a assinatura desse documento foi um marco para as crianças do mundo todo, o Dia Universal das Crianças passa a ser comemorado no dia de sua aprovação – 20 de novembro.

Na sequência, em comemoração os 30 anos dessa declaração, ou seja, em 1989 a ONU aprova outro documento, agora muito mais completo e com mais garantias para as crianças – a Convenção Universal sobre os Direitos das Crianças.

Aqui no Brasil o marco em relação à garantia dos direitos das crianças foi a aprovação do Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA, em 1990. Este estatuto representa as leis e garantias que todas as crianças e adolescentes têm direito em nosso país. Um dos principais ganhos após o estatuto ter entrado em vigor foi a diminuição da mortalidade e do trabalho infantil.

Percebeu como comemorar o dia das crianças é importante?!?! Muito bom, aproveite para brincar e se divertir muito, mas, agora que você já conhece toda a história, que tal a ideia de doar um brinquedo para uma criança carente neste dia? Pode ter certeza que vale a pena!

Curiosidade

O Conselho Tutelar é o órgão nacional responsável pelo cumprimento dos direitos das crianças. Além disso, orienta e aconselha os pais ou responsáveis e também é responsável pela solicitação de serviços públicos que possam ajudar as crianças em situações específicas relacionadas à saúde, escolaridade etc.