Animais Pré-Históricos

Animais Pré-HistóricosExistem animais que só vemos em filmes e desenhos animados, são tão estranhos e diferentes dos que conhecemos que até parece que são somente fruto da imaginação de alguém, mas na verdade eles já existiram… São os animais pré-históricos.

São chamados de pré-históricos porque já viveram há aproximadamente 6.000 anos atrás, mas já foram extintos, ou seja, não existe mais nenhum deles na Terra atualmente.

É possível saber como eles eram graças ao trabalho dos paleontólogos que fazem a reconstituições a partir dos fósseis encontrados.

A partir de agora não se assuste, pois vamos conhecer alguns deles!

Iniciaremos com os mamutes. Fazem parte da mesma família dos elefantes atuais com trombas e presas de marfim. Foram extintos no final da última Era Glacial, há cerca de 10 mil anos atrás. Seus fósseis foram principalmente na Europa, América do Norte e Ásia permitiram com que soubéssemos um pouco mais sobre esses animais. Eram animais muito fortes, com o corpo coberto por pelos e se alimentavam somente de plantas. Eram caçados pelos homens pré-históricos para servir de alimento e sua pele servia de abrigo.

Os tigres dente de sabre eram bem maiores e mais fortes do que os tigres que conhecemos hoje.  Tinham dentes grandes e patas tão pesadas que bastava um golpe para derrubar as presas. Entraram em extinção a cerca de 10 mil anos atrás. Viveram principalmente na América do Sul e do Norte.

Imaginem um bicho preguiça, mas… Gigante! Pois é esse animal existiu há aproximadamente 10 mil anos atrás, época em que entraram em extinção. Conhecido como bicho preguiça gigante , ou besta gigante em função de seu aspecto, esses animais conviviam com o homem pré-histórico. Era do tamanho de um elefante mediano, comia folhas em grandes quantidades. Seus fósseis foram encontrados principalmente na América do Sul.

O tatu gigante , parente próximo do tatu que conhecemos hoje, viveu há aproximadamente 10 mil anos atrás, nas planícies da América do Sul, principalmente nos Andes. Era bem grande, com uma grossa cobertura óssea e cauda espinhosa, que servia de defesa. Ele provavelmente se alimentava de grama e pequenos arbustos.

Plesiossauros é o nome de um grupo com várias espécies diferentes, mas todas de répteis marinhos já extintos. Os cientistas relatam dois tipos diferentes: o primeiro é formado por animais de pescoço longo e cabeça pequena, enquanto o segundo continha animais de pescoço curto e cabeça alongada. Ambas possuíam o tronco rígido e pesado, membros que funcionavam como remos e as narinas localizadas no alto da cabeça, imediatamente em frente aos olhos para facilitar a respiração. Eram predadores extremamente vorazes, pegavam peixes velozmente.

O Gigantopithecus blackii , chamado também de primata gigante , foi um dos primatas que conviveram com os primeiros hominídeos. Tudo indica que viveu na Ásia e foi extinto há aproximadamente 100 mil anos atrás. Os cientistas supõem que tinham 3 metros de altura e pesavam até 544 quilos.

Já ouviu falar no Anomalocaris? Com certeza não! Este animal era parecido com um camarão, só que gigante… O animal marinho, tinha garras fortes e ágeis, o que lhe permitia agarrar a presa e colocá-la em sua boca.

Curiosidade

Um garoto de 9 anos descobriu um fóssil do tatu gigante. Ele estava passando perto de um rio, no Uruguai, quando viu uma carcaça enorme perto da água. O fóssil foi levado ao museu Alejandro Berro, que fica no país.