Cavaleiros e Princesas

Cavaleiros e PrincesasQuando você ouvir uma história do tipo
“era uma vez, em um reino longínquo,
uma princesa que…”, pode acreditar que tem grande chance de ser real ou, pelo menos, bem perto da realidade. Isso porque, há muitos e muitos anos atrás,
mais precisamente durante a Idade Média (período de 1000 a 1400 dC), existiam castelos em todos os países da Europa,
cada um deles com seu rei, rainha,
príncipes, princesas e cavaleiros, formando um sistema social chamado de sistema feudal.

Neste sistema existiam duas classes
sociais: os senhores feudais (nobreza), detentores do poder e do dinheiro e os servos , que prestavam serviço à nobreza.

O rei era a figura principal de cada feudo. Era dele que partiam as ordens e também a distribuição do dinheiro. Os príncipes e princesas eram os filhos dos reis e rainhas, e já nasciam com a missão de assumir o trono no caso morte do rei, mesmo que isso acontecesse quando eram ainda crianças.

Os cavaleiros também eram personagens que realmente existiam nesta época. Eram os filhos dos nobres que eram treinados desde cedo para esta função. Ainda jovens aprendiam a usar as armas e a montar. Depois de muito treinamento, quando demonstravam coragem e nobreza eram nomeados cavaleiros pelo rei. Sua função era proteger o rei e defender o castelo do ataque de inimigos. Participavam de guerras usando espadas escudos e lanças compridas.

Ao redor do castelo eram construídas grandes e grossas muralhas, para dificultar o máximo possível qualquer tipo de invasão. Os cavaleiros ficavam constantemente em vigília, em pontos estratégicos ao longo das muralhas para observar se havia algum perigo à vista.

A vida nos feudos

Ao redor do castelo existiam grandes áreas onde os servos construíam suas casas, trabalhavam e cultivavam a terra, mas pouca coisa que produziam ficava para eles, pois tinham que dar a maior parte ao rei. As mulheres se ocupavam das atividades domésticas, além de tosquiar a lã das ovelhas para vender aos comerciantes que faziam roupas com elas.

Não havia possibilidade de ascensão social, pois a nobreza usava de todos os meios para garantir a manutenção do poder e do status social.

O divertimento, principalmente dos servos, era assistir aos jograis, que eram apresentações feitas por artista que cantavam e recitava poesia. Para as crianças as brincadeiras com fantoches eram as mais populares.

Cavaleiros, princesas e príncipes famosos

Existem muitas histórias em livros, filmes e desenhos baseados em lendas de cavaleiros, príncipes e princesas que realmente “ficaram na história” e aqui vai dicas de filmes e livros para você:

Rei Arthur e os Cavaleiros da Távora Redonda

A Bela Adormecida 

Branca de Neve

_A Princesa e a Ervilh_a 

Indicamos também o especial sobre Conto de Fadas de nosso site.

Curiosidades

Quando a jornalista espanhola Letizia Ortiz se casou com Felipe de Bourbon, príncipe da Espanha, as revistas do país encheram páginas sobre o assunto. A cerimônia para 1.600 convidados foi manchete dos principais veículos em 2004.
(fonte: Guia dos Curiosos)