Crescente e Decrescente

Crescente e DecrescentePara contar os objetos que encontramos na natureza e em todos os lugares que passamos utilizamos a sequência de números 1,2,3,4, etc.

Por utilizarmos dessa forma, são chamados de números naturais, assim  eles formam um conjunto chamado de N.

Você pode prestar atenção e verá que os usamos muitas vezes durante um único dia.

Agora vamos ver como podemos usar esses números de várias formas:

Compare o número 4 com o número 2, por exemplo, se Pedro tem 4 balas e Mariana tem 2 balas, quem tem o maior número de balas? Lógico que é o Pedro, porque 4 é maior do que dois.

Quando queremos mostrar que um número é maior ou menor que o outro, utilizamos símbolos. O símbolo > indica que um número é maior que o outro e se usamos o símbolo < indicamos que um número é menor que o outro. Veja como funciona…

Para mostrar que 4 é maior do que 2 você usará o símbolo da seguinte forma: 4 > 2, mas se você quiser falar que 5 é menor do que 8, usará o símbolo o símbolo assim: 5 < 8.

Fácil, não???

Quando contamos coisas que vão aumentando de quantidade, estamos contando em ordem crescente, por exemplo, 1,2,3,4,5… Mas, se contamos do final para o começo os números vão diminuindo, 5,4,3,2,1.

Para entender melhor, é como se estivéssemos subindo uma escada de números, aí temos a ordem crescente e, ao descermos a escada é a ordem decrescente.

Para conseguirmos montar no pensamento, bem rápido, a ordem crescente e decrescente de qualquer sequência, temos que conhecer quais são os números que vem antes – chamados de antecessores e depois – chamados de sucessores.

Olhe só: na sequência 5 – 6 – 7 – 8, qual é o antecessor  do número 7? Se você respondeu 6 acertou!

E qual é sucessor de 5? Claro que é o número 6.

Agora vamos treinar mais um pouco… Observe a sequência 30 – 31 – 32 – 33 – 34 – 35 – 36 – 37.

Qual é o antecessor de 34?
E o sucessor de 31?

Agora que você já está craque, crie sua própria sequência para achar o antecessor e o sucessor!
 

Curiosidade

Na antiguidade, bem antes de se pensar no conceito de número, as pessoas precisavam ter noção de quantidades e para isso faziam correspondência de elementos. Por exemplo: para saber quantas ovelhas tinham em um rebanho, usavam pedras, ou seja, para cada ovelha uma pedra.