Você é nosso Futuro!

Você é nosso Futuro!

 

Crescer no século XXI é crescer em um mundo que muda constantemente. Os rápidos avanços tecnológicos permitem milhares de descobertas, os caminhos se abrem e a ciência caminha a passos largos.

O que antes era aparelho eletrônico de adulto é brinquedo de criança. Hoje é comum adultos e crianças jogarem vídeo-game juntos. Com o monitoramento adequado, o computador pode ser hoje, para as crianças, um excelente veículo de brincadeira e aprendizado.

Mas é importante lembrar que brincadeiras prazerosas como fazer atividades com os amigos, correr e desenhar também são ótimas fonte de aprendizado, além de estimularem a coordenação e serem muito divertidas!

Criança e brinquedo tem tudo a ver! Portanto conheça um pouco da história do brinquedo…

A história do brinquedo é tão antiga quanto a história da humanidade… Historiadores já relatam a existência dos primeiros brinquedos há 3 mil a.C., época em que os meninos já brincavam com soldadinhos e as meninas com bonecas. Como podemos perceber, as bonecas representam um dos tipos de brinquedos mais antigos e que continuam fazendo sucesso até hoje. As mais antigas eram feitas de madeira, terracota ou pano, datam de 200 a.C. Atualmente existem bonecas feitas de todos os tipos de materiais e com as mais diversas características.

Ao longo do tempo, vários tipos de brinquedos foram inventados, e foram ficando cada vez mais sofisticados. No século XVII surgem os brinquedos mecânicos, alguns produzidos com mecanismo similar ao funcionamento dos relógios. Um pouco mais adiante, aparecem os jogos eletrônicos, e estes sim vieram para ficar. Eles não atraem somente as crianças, mas muitos adultos ficam “babando” e esperando “sua vez” de brincar!

Em meado do século XIX com o avanço das técnicas de produção, ampliou-se muito a variedade e qualidade dos brinquedos, tornando-os também acessível a outras camadas sociais. Teve início também a produção de brinquedos e jogos didáticos, que além de divertir, também ensinam.

Uma coisa é certa: brincar faz parte do desenvolvimento da criança, estimulando suas habilidades, ajudando na elaboração de fantasias e facilitando as interações grupais.