Evolução dos Carros

Evolução dos CarrosAo observar os carros de hoje, modernos, velozes e com muitas opções de complementos, dá para imaginar como eram os carros antigos? Difícil, não? Mas é bem interessante conhecer como se deu a evolução do carro, por isso vale a pena pegar uma carona neste especial e conhecer um pouco dessa história.

O real começo dessa história se dá no ano de 1700 , quando francês Nicholas Joseph Cugnot tem a brilhante ideia de construir um veículo pesando quase 10 toneladas, movido por uma caldeira de vapor, com o objetivo de arrastar peças de artilharia de guerra.

Somente por volta de 1769 foi possível transportar humanos em função da criação do motor a vapor de automóveis e outras modificações no veículo inicial.

Avançando no tempo, o primeiro carro produzido com fins comerciais, foi construído pelo alemão Karl Benz , em 1885, tinha apenas três rodas e motor a gasolina. Outro detalhe sobre esse veículo é que seu sistema de arranque era a manivela… Já pensou como era complicado?

Neste mesmo período, outro alemão fez a diferença na história do automóvel: Gottlieb Daimler inventou, em 1886 , o primeiro veículo de quatro rodas com motor de combustão interna. Sua invenção atingia a velocidade máxima de 16 km/h.

A Inglaterra só foi desenvolver seu primeiro modelo em 1862 , o Lanchester. Logo após dele, vieram outros como: Subean, Swift, Humber, Riley, Singer, Lagonda, etc. Também na Inglaterra, em surgiu 1904, surgiu o primeiro Rolls Royce, que por muito tempo foi o carro mais caro do mundo.

Seguindo as transformações automobilísticas, a Europa seguiu avançando com sua frota de carros: na França - De Dion Bouton, Berliet, Rapid, na Itália - Fiat, Alfa-Romeo, na Alemanha - Mercedes-Benz, já a Suíça e a Espanha partiram para uma linha mais potente e luxuosa: o Hispano-Suiza.

Nos Estados Unidos , a novidade só vai chegar em 1892 , com Henry Ford que produziu seu primeiro carro.

Com a recessão geral depois da Primeira Guerra Mundial, os fabricantes precisavam fazer uma linha de produção mais barata, portando nessa época os automóveis seriam mais compactos e fabricados em séries.

Seguindo essa linha Henry Ford, nos Estados Unidos e Willian Morris, na Inglaterra, produziram modelos que se tornaram populares : o Ford, o Morris e o Austin. Além disso, novas indústrias começam a despontar no mercado, como é o caso da General Motors e Volkswagen.

Daí em diante os carros passaram por inúmeras mudanças e o que vemos são principalmente melhorias, tais como: conforto, rapidez, segurança, assim como variedade e qualidade andam sempre juntas.

Com todo esse desenvolvimento na indústria automobilística é importante mencionar que é um setor que gera milhões de empregos em todo mundo e movimenta bilhões de dólares, gerando lucros para as multinacionais que os fabricam.

E no Brasil…

No Brasil o primeiro automóvel chegou 1893 , comprado por Santos Dumont, inventor do avião. Demorou ainda algum tempo para que outras pessoas adquirissem esse luxo. Por isso só foi possível conhecer melhor essa maravilha após a Segunda Guerra Mundial.

Apesar de algumas montadoras como a Ford e a General Motors já terem se instalado no Brasil na década de 30, foi somente em 1956, período de governo de Juscelino Kubitschek que as multinacionais automotivas começaram a montar os automóveis por aqui. Primeiramente fabricaram caminhões, camionetas, jipes, furgões e, finalmente, carros de passeio.

Curiosidade

 

Nos primeiros anos do século XX, a maioria dos automóveis produzidos era movida a energia elétrica ou a vapor. Foi somente na década de 1920 que os automóveis com motor a gasolina passaram a ter a preferência dos consumidores.