História do Rock

História do RockEm 1951 um ritmo musical pouco convencional surge e chama a atenção por ser diferente de tudo que existia até então e passa a cativar rapidamente aquela geração e as que vieram a seguir, até os dias atuais… É o rock ou rock in roll que veio para ficar! Seus primeiros toques aparecem em um programa de rádio, no estado de Ohaio, Estados Unidos.

Seu ritmo tinha como base duas guitarras elétricas, um contrabaixo e uma bateria, mas claro que outros instrumentos e variações poderiam ser adicionados.

Muito mais que um gênero musical, o rock criou também uma referência de comportamento para milhares de pessoas, principalmente jovens, que passaram a viver um estilo mais despojado e moderno de se vestir, agir e falar.

Na década de 50 ele surge como uma mistura de três gêneros musicais: Blues, Country e Jazz, surge então o Classic Rock. Com ele surge Elvis Presley, cultuado ainda hoje pelas gerações mais novas e considerado por muitos como o “o rei do rock”.

Com a chegada da década de 60 e acompanhando as crises sociais da época como a Guerra do Vietnã, o rock passa a ter foco na contestação e nas crises políticas. A década chamada de anos rebeldes tinha o rock como forma de demonstrar a insatisfação dos jovens daquela geração. Bandas importantes surgiram nesta época, como por exemplo  Beatles, Rolling Stones, The Doors e Pink Floyd. Em 1969, o Festival de Woodstock, sob o lema “paz e amor” fecha com chave de ouro esta fase, contando com meio milhão de jovens que comparecem no concerto para assistir entre outros, os ícones da época: Jimi Hendrix e Janis Joplin.

Os clamores da juventude haviam se apaziguado um pouco e na década de 70 o rock toma novos rumos com o retorno de um estilo mais direto e primitivo. Foi nesta década que surgiu o Punkrock, através das bandas The Ramones, Iggy Pop & The Stooges e Sex Pistols. Músicos que marcaram o período foram Led Zeppelin e Black Sabbath.

Na década de 80 surgem as bandas do período Heavy Metal, com estilo bem mais agressivo comparado a tudo que era conhecido até então. Os principais representantes eram as bandas como Iron Maiden e Judas Priest. 

Com estilo um pouco diferente, a década de 90 é o momento do hard rock, e a banda que conquistou os jovens da época foi Guns N’Roses. Há também outras bandas famosas dessa época: U2, Pearl Jam, Nirvana, Foo Fighters, Red Hot Chili Peppers, Dream Theater, Coldplay, Blink-182 e Green Day.

E no Brasil…

Por aqui o estilo musical não demorou a chegar e logo adquiriu um estilo próprio. Em meados dos anos 50 , inicialmente pelas mãos e vozes de orquestras de baile e cantores populares, o rock and roll tomou conta dos rádios, televisões e começam a surgir os primeiros ídolos como Sérgio Murillo, Tony e Celly Campello.

Nos anos 60 o movimento Jovem Guarda, liderado por Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa, envolveu a maioria da juventude, com programas de televisão, shows ao vivo e inúmeros discos no período chamado de Jovem Guarda. Nesta fase também há um importante movimento musical, a Tropicália, eliminando as fronteiras sonoras e culturais, introduziu a guitarra na tradicional MPB e enfocando o discurso político do rock da época. Destacaram-se aí importantes intérpretes, compositores e arranjadores como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Torquato Neto, Rogério Duprat e, de forma especial, o grupo Mutantes.

Nos anos 70 o rock nacional se firma e cria uma identidade. Grupos que se destacam nessa fase são: Som Imaginário, O Peso, Bixo da Seda, Moto Perpétuo, Módulo Mil, Arnaldo (Baptista) & Patrulha do Espaço; Sá, Rodrix & Guarabira; Secos & Molhados, entre outros. O grande destaque desta década é o surgimento de Raul Seixas que transformou-se no maior roqueiro do país.

Os anos 80 chegam com a consagração do rock nacional. O grupo Blitz, liderado por Evandro Mesquita, é o primeiro fenômeno espontâneo. Sua música “Você não soube me amar”, de 1982, é sucesso nacional. Na sequência surgem novos talentos, como Barão Vermelho, que tem Cazuza, considerado o maior letrista do rock brasileiro dos anos 80, Kid Abelha & os Abóboras Selvagens, Legião Urbana, Paralamas do Sucesso e Camisa de Vênus. Marcando a união da MPB com a música pop internacional ganha espaço no rádio. Eduardo Duzek, Marina Lima, Lulu Santos, Lobão e Ritchie são os representantes dessa tendência. Não podemos esquecer de outros grupos da época que são ouvidos até hoje: RPM, liderado por Paulo Ricardo,  Ultraje a Rigor e Titãs.

Nos anos 90 , aparecem grupos cantando em inglês, que abrem perspectivas de sucesso internacional, exemplos disso são o grupo mineiro Sepultura faz sucesso na Europa e nos Estados Unidos e o grupo paulistano Viper conquista o Japão.

Curiosidade

 

Antes da fama, Elvis foi motorista de caminhão da companhia de energia Crown. Nessa época, quando tentou entrar em uma banda profissional liderada por Eddie Bond, foi rejeitado. O músico disse que “era melhor continuar dirigindo caminhões, porque nunca conseguiria ser cantor”. Meses depois, Elvis gravou “That’s All Right (Mama)”, que se tornou um hit em Memphis. Com o sucesso, Eddie Bond convidou o cantor para sua banda. Elvis recusou educadamente.
Fonte: Guia dos Curiosos