Maias e Incas

Maias e IncasOS MAIAS

Representam o grupo de povos indígenas que
habitou o México e grande parte da Guatemala.
Os achados arqueológicos deixam dúvidas sobre
sua origem, mas estima-se que a formação do
grupo ocorreu em 1.500 a.C. O declínio desse
povo se deu com a invasão espanhola, no séc. XVI, mas é um povo resistente e até hoje constituem o maior grupo de camponeses do México.

Alcançaram um sofisticado grau de desenvolvimento entre os indígenas das Américas.
A base da economia dos Maias era a agricultura , sendo que o milho foi o principal cultivo, além do algodão, os feijões, a batata-doce, a mandioca e o cacau. Tinham técnicas avançadas para fiar e tingir
alcançando elevado grau de perfeição.

Arte e Arquitetura

Para as construções os maias utilizavam variados materiais e técnicas. Como conseqüência, a escultura destes povos acompanhou o desenvolvimento arquitetônico e alcançou um grau de sofisticação muito além dos encontrado entre os demais povos da América.

A arquitetura maia tem estruturas suntuosas. O chão era feito de pedras, as paredes, de terra batida e, depois, revestidas por pedra talhada ou argamassa. Os tetos tinham forma de falsa abóbada. Os exteriores de palácios e pirâmides apresentavam esculturas em suas decorações.

Nas ruínas das cidades os arqueólogos encontraram vestígios de observatórios astronômicos, entre os quais o mais importante é o El caracol, na cidade de Chichén Itzá, encontraram também praças de recreação, espaços para jogos de bola e uma bem elaborada infra-estrutura urbana.

Mitologia

Os deuses maias possuíam uma natureza antropomorfa – forma semelhante à de seres humanos, fitomorfa – forma semelhante a de vegetais, zoomorfa – forma semelhante a de animais  e astral – forma semelhante a dos astros do universo. Entre os maias Itzamná, é o deus mais importante, pois é o criador, senhor do fogo e do coração.

OS INCAS

Originalmente os incas representavam uma pequena tribo situada no Peru, entre os séculos XII e XVI. Cresceram rapidamente e, em 1525, já tinham aumentado muito seu território, que compreendia o sul da atual Colômbia, o Equador, o Peru, a Bolívia, o Chile e o norte da Argentina. Também foram afetados pela invasão espanhola, no sec. XVI, que destruiu grande parte de sua cultura e de seu povo.

O império inca era uma teocracia – poder político centrado no poder religioso e tinha na agricultura seu ponto forte. Os cultivos mais importantes foram a batata, o milho, o tomate e o feijão. Domesticaram o lhama – animal mamífero característico da região - para o transporte.

Entre as expressões artísticas dos incas se encontram templos, palácios e fortalezas estratégicas, como Machu Picchu. Também construíram pontes suspensas, canais de irrigação e aquedutos.

Arte e Arquitetura

A arquitetura inca destaca-se pela sobriedade e imponência. As construções eram feitas em pedras e as plantas dos prédios costumavam ser retangulares. Com a consolidação do império, foram erguidos gigantescos monumentos, como os de Cuzco, trabalhados em pedras encaixadas com incrível precisão.

Um dos mais belos exemplos da arquitetura inca, as ruínas de Machu Picchu, uma cidade construída nos Andes, talvez em 1450. Esta cidade foi descoberta somente no início do século XX, e pelos achados arqueológicos era o local que servia para as cerimônias religiosas. Nesta exuberante construção destacam-se o conjunto de terraços e o observatório astronômico.

Nas artes , artesanato têxtil possui características diferenciadas. Os tecidos incas destacavam-se pelos estampados variados e de cores vivas. Conheciam a técnica de produção de vários tipos de tecidos pois tinham facilidade em obter matéria-prima que vinha do cultivo de algodão e das lãs fornecidas pelas ihamas e alpacas.

O trabalho com metais, especificamente o ouro, alcançou alto grau de desenvolvimento. O Museu do Ouro, em Lima, no Peru, guarda objetos de originais e de extraordinária beleza. Mas dentre os objetos de arte produzidos pelos incas, sem dúvida a cerâmica é a mais original, por sua técnica e estilo próprio.

Mitologia

Os incas acreditavam em vários deuses, mas o principal era Viracocha, considerado o deus criador e qualificado como Velho Homem dos Céus, Senhor e Mestre do mundo. O deus da chuva, Apu Illapu, era uma divindade agrícola. Na época da seca faziam peregrinações aos templos consagrados a Illapu.

Outros deuses importantes são Pachamama, a mãe terra, o mundo das coisas visíveis, senhora das montanhas, das rochas e das planícies, e Pachacámac, o espírito que alenta o crescimento de todas as coisas, espírito pai dos cereais, animais, pássaros e seres humanos.

As cerimônias e rituais religiosos incas estavam relacionados com o cultivo, a colheita e a cura de doenças.

Curiosidades

Os maias possuíam um avançado sistema de escrita que servia, principalmente para transmitir o conhecimento religioso. Também possuíam um sistema numérico avançado, tendo dominado o conhecimento do zero, o que permitia grande precisão nos cálculos astronômicos e arquitetônicos.