Matemática

Matemática
Apesar de muitas vezes nem percebermos, em nosso cotidiano a matemática está sempre presente.

Para verificar isso você só tem que prestar muita atenção no que a professora ensina na escola e observar algumas coisas do seu dia-a-dia.

Para facilitar, vamos dar algumas dicas. Vamos lá?

É impossível falar em matemática sem falar em números! Mas, o que são números? São os símbolos de quantidade.

Usando os números podemos contar e fazer cálculos, por exemplo, quando você e seus amigos estão brincando com um jogo, é através dos números que vocês sabem quem ganhou. Existem números de valor bem baixo, e o menor deles é o zero, até os números que marcam grandes quantidades.

Para sabermos quais são os alimentos preferidos entre os seus colegas de turma ou qual o desenho preferido pelas crianças que moram em sua rua, usamos um conceito matemático chamado de estatística. Seu objetivo de informar sobre padrões e tendências.

Já pensou como é importante medir as coisas? Saber quanto de açúcar deve colocar no bolo, quanto tempo leva de sua casa até a escola ou mesmo quantos litros de refrigerantes serão necessários para sua festa de aniversário. Para saber tudo isso temos que conhecer um conceito da matemática chamado de medida. Pelas medidas podemos descrever massa, volume, tempo e temperatura, por exemplo. Existem alguns instrumentos que nos ajudam a medir: balanças, réguas, fita métrica, relógios, mas também podemos usar as mãos e pés, para medir as coisas.

As sequências e séries são padrões de números que seguem regras , específicas, por exemplo, de contar degraus de dois em dois, os pontos do jogo de um em um, ou mesmo organizar os alunos em fila do menor para o maior.

Se você pensa que o zero é um número que não serve para nada, está muito enganado! Na verdade ele é um numero poderoso porque pode transformar os outros números. Pense bem: o 1 sozinho não significa muita coisa, mas se você colocar três zeros à direita, forma um grande número – o 1000 – como você pode perceber é muito diferente ter 1 bala e ter 1000 balas, não é mesmo?

Agora vamos falar dos números quadrados e dos triangulares. Números quadrados são aqueles que podem ser representados por um quadrado. Conseguimos um número quadrado quando multiplicamos um número por ele mesmo. Daí temos também o conceito de raiz quadrada , por exemplo, a raiz quadrada de 25 é 5 porque se multiplicarmos 5 x 5 vamos obter o 25. Já os números triangulares são aqueles que podem ser representados por um triângulo.

Toda vez que pegamos um pedaço de uma pizza para comer ou mesmo um pedaço de bolo estamos pegando uma fração , ou seja, um pedaço de um inteiro. Existem então os números fracionários.

A porcentagem significa uma parte de 100. Imagina se você pegar um bolo, cortar em cem fatias e comer uma fatia apenas, você terá comido 5% do bolo, além do que poderá guardar os 95% que sobraram para comer com seus amigos!

A maioria dos números podem ser divididos em números menores e estes são chamados de fatores. Quando multiplicamos, por exemplo, 7 x 9, tendo como resultado 63, 7 e 9 são seus fatores. Já aqueles números que não podem ser divididos em fatores são os números primos.

Os números decimais representam outra forma de escrever partes de números inteiros. Eles sempre têm vírgula. A nota de uma prova pode ser representada por um número decimal, por exemplo, 7,4.

Para encerrar, a probabilidade nos mostram quais são as chances de um evento acontecer. Se você quer saber, por exemplo, qual a chance de seu time ganhar no final de semana, estará falando de probabilidade.

Viu só? A matemática está mesmo presente em tudo que fazemos!
 

Curiosidade

 

O Dia Nacional da Matemática é comemorado em 06 de maio, data que homenageia Malba Tahan, importante matemático, escritor e educador brasileiro.