O que vou ser quando crescer?

O que vou ser quando crescer? Quando criança é comum pensarmos qual será nossa profissão no futuro. Fica muito fácil imaginarmos uma linda bailarina deslizando pelo palco nas pontas dos pés, ou um jogador de futebol, chutando a bola triunfante para o gol!

Podemos fica por muito tempo com essa expectativa, alguns até persistem com a ideia quando adultos, o que pode até dar certo, mas, na maioria das vezes, quando crescemos e ficamos mais maduros, passamos a ter outra visão sobre qual será a melhor profissão a seguir…

Surgem muitas dúvidas e isso é absolutamente normal, o importante é sempre ponderar, analisando vários aspectos: quais são minhas habilidades mais evidentes? O que eu gosto mais de fazer? Qual disciplina escolar que eu tenho mais afinidade? Todas essas perguntas podem ajudar muito.

Pode ser que no início você encontre três ou quatro coisas com as quais tenha afinidade e, neste caso, para diminuir as dúvidas vale a pena pesquisar mais sobre cada uma delas. Você pode fazer isso conversando com pessoas que já trabalham há muito tempo naquela profissão, lendo livros ou revistas que falem sobre o assunto, pesquisando na internet e também visitando locais onde há profissionais da área escolhida. Isso ajuda muito você ter uma visão mais ampla sobre como é e se tem haver com suas características.

Um dos fatores muito importantes a ser levado consideração é se sentir bem fazendo aquilo, pois diferente do que alguns dizem ter uma profissão e atuar nela tem que dar prazer e, na rotina de trabalho, pensar nas coisas positivas que pode desenvolver e ter perspectivas de crescimento.

Orientação Vocacional

Muitas vezes, apesar de pensar muito sobre a profissão a seguir, as dúvidas persistem e aí é hora de procurar ajuda de um profissional especializado, que geralmente é um psicólogo com especialização na área de orientação vocacional.

Ele vai conversar com você e aplicar alguns testes que ajudam a avaliar quais são suas aptidões. Ele também pode orientar a respeito da formação necessária e o campo de trabalho na área escolhida, portanto vale a pena buscar ajuda quando a dúvida toma conta!

Curiosidade

Atualmente no Brasil (ano base 2015) existem 2.619 profissões registradas na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO).

Essa classificação, feita pelo Ministério do Trabalho e Emprego, tem como finalidade nomear e codificar as profissões além de descrever suas características.

Se você quer pesquisa sobre alguma profissão basta acessar no site.

Dicas para o Professor

O papel do professor é muito importante para ajudar na escolha da profissão, pois conhece os alunos e sabe as características de cada.

Uma forma de ajudar é fazer uma dinâmica que ajude a refletir sobre as características pessoais: trabalhando em duplas, solicitar que cada um escreva cinco habilidades ou talentos que conseguem perceber em si próprio e no colega da dupla, depois disso eles debaterão sobre as escolhas e como isso poderá ajudar na escolha da profissão.

Outra possibilidade é ajudá-los a criar uma tabela em que coloque duas ou três profissões que sentem afinidade e relacionar quais das características pessoais podem ajudar naquelas profissões, assim como os pontos positivos e negativos de cada uma. Também vale a pena propiciar um espaço de debate depois que estiver concluída.

Bom trabalho!