Parques Nacionais

Parques NacionaisCom a finalidade de preservar de forma integral
as grandes áreas naturais, sua fauna e flora,
surgem, no final do Sec. IXX, os primeiros
Parques Nacionais. Nesta época existiam poucos
e a maioria estavam concentrados na América do Norte e Austrália. Mas, pelo desenvolvimento das sociedades e os constantes prejuízos causados ao meio ambiente, não demorou para que muitos
países seguissem esse exemplos e criassem seus parques em regiões de destaque por suas riquezas naturais.

Inicialmente cada país desenvolveu suas próprias regras para esses parques, fato que causou grande confusão e em vários locais havia até mesmo situações que dificultavam a preservação, pois era permitido que fossem usados como área de lazer e
até mesmo como campos de caça, imaginem só!

Mas os ambientalistas, sempre “de olho” em tudo, que pode prejudicar a natureza, logo começaram a se manifestar, até que, em 1948 foi criada a UICN – União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais, com o apoio da Organização das Nações Unidas. Tem sede na Suíça e reúne 78 países, 112 agências de governo, 735 organizações não governamentais e milhares de especialistas e cientistas de 181 países.

O primeiro país a criar um parque nacional foi a França, em 1858. Já no Brasil o primeiro parque criado foi o Parque Nacional de Itatiaia, em 1937.

Atualmente nosso país conta com parques nacionais em cada região, sendo que Bahia e Minas Gerais são os estados que mais possuem essas áreas de preservação.

Conheça alguns dos Parques Nacionais que o Brasil possui e seus objetivos específicos:

Parque Nacional de Itatiaia - RJ: proteger amostras da Floresta Pluvial Atlântica Montana e amostras de ecossistemas de campos de altitude; conservar as belezas cênicas naturais representativas da Serra da Mantiqueira e recuperar, conservar e proteger a área do altiplano do Itatiaia.

Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense - MT: proteger e preservar todo ecossistema pantaneiro, bem como sua biodiversidade, mantendo o equilíbrio dinâmico e a integridade ecológica dos ecossistemas contidos no parque.

Parque Nacional da Serra dos Órgãos - RJ: conservar e proteger amostra do ecossistema da floresta primitiva da Serra do Mar, do ecossistema de “campo de altitude” e promover a pesquisa e a educação ambiental na unidade.

Parque Nacional do Iguaçu - PR: garantia de representatividade dos ecossistemas regionais, proteção e valorização da biodiversidade da área protegida, fomento e desenvolvimento de pesquisas científicas, implementação de atividades de educação ambiental, divulgação de suas belezas cênicas e desenvolvimento de atividades de recreação e lazer em áreas destinadas ao uso público dentro da unidade.

Parque Nacional da Serra da Bocaina - SP: preservar o pouco do que resta da Mata Atlântica (Serra do Mar), sua fauna e flora, seus mananciais enfim seus ecossistemas, tanto terrestres quanto marinhos. Desenvolver projeto de educação ambiental, ecoturismo e pesquisas.

Parque Nacional da Serra da Canastra - MG: proteger área de tamanho significativo e que apresenta praticamente todas as características do cerrado com formações florestais, savânicas e campestres, o que é pouco comum em outras áreas protegidas desse bioma e ainda área de tensão ecológica entre o cerrado e a floresta atlântica.

Conheça todos os Parques Nacionais do Brasil!

Curiosidades:

O Parque Nacional do Jaú é o maior parque nacional do Brasil e do mundo, em floresta tropical úmida contínua e intacta.
(fonte: Revista IBAMA on line)