Pintando o Sete

Pintando o SetePara alguns é uma profissão, para outros uma terapia, mas a grande maioria
concorda que ver um quadro com uma combinação harmoniosa de cores e traços deixa qualquer ambiente mais agradável!

 No vocabulário das artes plásticas, a
pintura significa “a arte e técnica de
aplicar tintas sobre uma superfície com a finalidade de representar, esteticamente, seres, figuras, formas abstratas etc.”, e
tem pessoas de todas as idades se dedicando a esta arte, e isso já vem de muuuito tempo atrás!

A pintura no decorrer da história.

As primeiras pinturas que o homem deixou como marca foram as pinturas rupestres que datam de 30.000 a 12.000 a.C. feitas para demonstrar rituais pré-históricos ligados à forma de caçar.

Nas civilizações antigas , principalmente na Mesopotâmia, Egito e Grécia Antiga, a pintura era usada como forma de representar guerras e conquistas militares, ações de governantes, fatos da realidade de cada civilização e principalmente rituais religiosos.

Entre os séculos XV e XVI , com o Renascimento, vem também o Renascimento Cultural e a Arte Renascentista, trazendo novas técnicas como o uso da tinta a óleo, por exemplo, que buscava aumentar a ilusão de realidade.

Mas é a partir do século XIX , com todas as modificações trazidas pela Revolução Industrial, que a pintura realmente sofre transformações e até mesmo perde um pouco de espaço para a fotografia.

No século XX, com a difusão das galerias de arte, há novamente um retorno das pessoas para a apreciação da arte de pintar e estes espaços torna-se forma de publicidade dos pintores, que acabam por encontrar um público admirador dessa arte singular. A modernização de técnicas específicas de pintura abre caminhos para formação de diversas linhas e estilos artísticos, muitos utilizados até hoje.

Pintando o sete!!!

É difícil imaginar algum tipo de material que não aceite uma pintura:

- Madeira
- Tecido
- Papel
- Vidro
- Cerâmica 

- Até a própria  pele aceita a tinta 

Para ver algumas dicas basta clicar o link de cada elemento.

 

Tipos de tinta e técnicas de pintura

É claro que para cada material há uma tinta específica, como por exemplo, não é qualquer tipo de tinta que pode ser usada para pintar o rosto ou corpo, da mesma forma a tinta usada para o papel tem composição diferente da tinta usada na madeira.

As técnicas de pintura mais conhecidas são: a pintura a óleo , que usa um tipo de tinta a óleo e que representa uma forma muito antiga de pintura; a tinta acrílica , é uma tinta sintética, solúvel em água, que tem secagem mais rápida; o guache , que é a técnica de pintar com cores opacas diluídas em água; a aquarela , que é processo de pintura sobre papel, em que são utilizadas tintas diluídas em água, e que se caracteriza pelo uso de cores transparentes sobre um fundo branco ou claro; o afresco , que é o método de pintura mural que consiste em aplicar cores diluídas em água sobre um revestimento de argamassa ainda fresco para facilitar a absorção da tinta e a encáustica , tipo de pintura cuja coloração se forma a base de pigmentos e de cera tratados a quente, o que produz um efeito translúcido.

Existem diversos tipos de pincel para pintura artística e para conhecer esses tipos é só clicar aqui.

Com todas essas dicas dá vontade mesmo de “pintar o sete”, não??? Aproveite e demonstre o quanto você é criativo!

Curiosidades

Cândido Portinari foi um dos maiores pintores brasileiros. Suas obras tem fama internacional e em 1956, pintou os murais Guerra e Paz para a sede da ONU - Organização das Nações Unidas, em Nova York.