República no Brasil

República no BrasilA instalação da República no Brasil se deu no ano de 1889 com a Proclamação da República e permanece até o momento. Ela representa o fim do sistema monárquico de comandar o país e aos poucos foi dando mais direitos de participação dos cidadãos na política e na sociedade como um todo. A ideia de mudança não começou de repente, mas desde o período colonial, com a Inconfidência Mineira e a Conjuração Baiana, no final do século XVIII.

Desde o começo até os dias de hoje muitas transformações ocorreram nesta forma de governo, transformações estas que valem a pena serem lembradas:

República Velha

Também chamada de Primeira República, é o período que vai desde a sua Proclamação da República até a Revolução de 1930. No início foi teve como presidentes dois marechais do exército, por isso foi chamada de República da Espada. Após esses dois mandatos, as elites do setor agrário, principalmente de Minas Gerais e São Paulo passaram a exercer grande influência na sociedade e garantindo o poder. Essa fase foi chamada de República Oligárquica. Esta fase foi marcada por intensas mudanças sociais e políticas, o que gerou revoltas sociais, como por exemplo a Guerra de Canudos (1896-1897) e a Revolta da Vacina (1904). Este período também foi marcado pelo início da industrialização em nosso país, fator que propiciou a formação da classe operária. Entramos então em outra fase de transformações que culminou com a Revolução de 30.

Era Vargas

A Revolução de 1930 levou ao poder Getúlio Vargas, que ficou na presidência da república até 1945. Este presidente conseguiu contornar vários conflitos entre elites nacionais, passou pela Revolução Constitucionalista de 1932 e também a promulgação da Constituição em 1934. Com isso abre-se um processo democrático e sela o acordo entre a classe dominante nacional. Mas, a insatisfação era grande entre os populares, fator que gerou a criação do Partido Comunista Brasileiro e a tentativa de derrubar o governo de Vargas, através do que ficou conhecido como Intentona Comunista de 1935.

 

Esse movimento serviu de pretexto para Vargas dar um golpe de Estado em 1937, pondo fim ao período constitucional e inaugurando o Estado Novo, tendo início um período de extremo autoritarismo do Estado Brasileiro, sendo que as principais medidas foram a adoção de uma nova Constituição e o Congresso foi fechado. Em contraponto, para conter a insatisfação popular Vargas incentivou a industrialização e melhorou a administração pública.

Juscelino Kubitschek e a construção de Brasília

Depois de 15 anos de governo e com o final da Segunda Guerra Mundial, em 1945, Vargas ficou enfraquecido. Decorrente disso um golpe de Estado comandado pelo general Eurico Gaspar Dutra o retirou do poder. Em 1946 uma nova Constituição foi adotada, garantindo a realização de eleições diretas para presidente da República e para os governos dos estados. O Congresso Nacional voltou a funcionar e houve alternância no poder. Novas forças políticas surgiam, algumas elites conservadoras que não abriam mão do poder provocaram uma instabilidade política e o período foi marcado por vários golpes.

Neste período turbulento destaca-se a figura de Juscelino Kubitschek, presidente eleito que imprimiu características próprias de governo, principalmente no setor industrial que teve grande desenvolvimento e também a construção de Brasília para transferência da capital do estado.

Para manter as propostas de governo, ao final do seu mandado assumiria João Goulart, com a proposta de resolver as questões agrárias que inquietavam a população, mas suas propostas representavam uma ameaça aos interesses políticos das classes dominantes e com isso ocorre mais um golpe de Estado, com a deposição pelo exército de João Goulart, em 1964.

Ditadura Militar

Foi, sem dúvida, a fase mais negra da nossa história. Teve início em 01 de abril de 1964, com a cassação de inúmeros grupos políticos, seus membros torturados e mortos cruelmente, o exercício da oposição política foi totalmente reprimido através de instituições policiais e a liberdade de imprensa sotalmente anulada.

Diretas Já

A ditadura militar durou até 1985, quando diversas camadas da sociedade e partidos políticos se uniram e foram às ruas em um movimento conhecido como Diretas Já. Mesmo com toda essa mobilização popular, a reforma do Estado foi feita de forma  bastante lenta e gradual, mas o povo não desistiu até que o cenário mudasse com a República Nova.

República Nova

Esta fase teve como marca o início de um período mais democrático, apesar de inicialmente ser bastante tímido, foi ganhando corpo e dura até hoje.

José Sarney foi eleito através do voto indireto e durante seu governo foi elaborada uma nova Constituição, promulgada em 1988, que garantia eleições diretas e livres a todos os cargos eletivos. O primeiro presidente eleito pelo voto direto foi Fernando Collor de Melo, em 1989, mas devido à diversos escândalos de corrupção levaram ao seu impeachment em1992.

Na transição transformações políticas, perda do poder econômico depois de diversos planos econômicos e inflação altíssima. Essa situação só foi estabilizada no governo de Fernando Henrique Cardoso que, com o Plano Real pôde garantir a estabilidade econômica. Seu governo durou até 2002, quando foi substituído por Luiz Inácio Lula da Silva, primeiro presidente de origem operária.

Curiosidade

Por enquanto ninguém ainda conseguiu saber qual foi a primeira eleição que ocorreu no mundo, mas sabe-se que, na Grécia Antiga, nos séculos V a VI a.C., Atenas e outras cidades-estados estabeleceram um sistema no qual todos os cidadãos livres podiam participar diretamente do governo da cidade. As eleições como conhecemos hoje surgiram no Século XVII, com o aparecimento de governos representativos na Europa e América do Norte.

Dicas de Atvidades

Estudar as biografias dos políticos que marcaram cada fase da República pode ser uma forma diferente de abordar a evolução desse período até os dias de hoje. Os alunos poderão pesquisar as biografias e relacioná-las com os acontecimentos da época, percebendo as relações.

Na sessão “Para Colorir” de nosso site, você encontrará várias atividades que poderão fazer parte de cartazes explicativos sobre o tema.

Também na sessão “Atividade” há mais atividades para reforçar a compreensão do conteúdo.

Bom trabalho!